Acolher ou ignorar um bebê?

Bebês de um ano, apesar de não terem a linguagem verbal desenvolvida plenamente ainda, são capazes de perceber com quem têm conexão e apego, e quando estão sendo ignorados. Então, nunca deixe de validar os sentimentos e verbalizar isso até para crianças menores.

A validação (empatia, abraço, demonstração de que se importa) não é, necessariamente, designada para parar o choro ou a birra a qualquer custo, pois às vezes a criança precisa chorar, por sentimentos para fora.

Seja qual for o motivo do choro, valide os sentimentos (“Estou aqui; me importo contigo; estou do seu lado”). Desvalidar seus sentimentos (“Isso não é nada; pare de chorar agora!”), ou ignorar a criança, só pode ter dois resultados: o choro e/ou birra aumentam OU a criança aprende a enterrar seus sentimentos, pois lhe transmitirem a ideia de que eles são errados ou que não são importantes.

Qual das mensagens acima você prefere transmitir à sua criança?

(Andreia Mortensen)10915205_765739113510633_3280763387743290791_n

Esse post foi publicado em Andréia Mortensen, Disciplina positiva /gentil e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Acolher ou ignorar um bebê?

  1. Pingback: Como a paternidade me tornou uma pessoa melhor | Piccolo Universe

Os comentários estão encerrados.