Disciplinar é tarefa repetitiva

10246632_627461227338423_7433211433687546701_nDisciplinar é tarefa repetitiva.
(Elizabeth Pantley)

Você diz que já tentou fazer com que seu pequeno guarde os brinquedos, mas ele nunca faz isso. Você manda sua filha parar de choramingar o tempo todo, mas a voz aguda continua em seus ouvidos. Você tentou muitas vezes fazer com que seus filhos dividissem os brinquedos de boa vontade, mas ainda assim, precisa apartá-los todos os dias. Não importando o que você faça, parece que os mesmos problemas reaparecem todos os dias.

Pense em algo que você faz ou deixa de fazer – mas que você sabe que deveria fazer diferente. Talvez seja exercitar-se ou comer de forma saudável. Talvez seja manter sua escrivaninha organizada ou seu closet limpo. Talvez seja permanecer calmo quando seu voo atrasa ou você fica preso no trânsito. em todos esses exemplos, é provável que você tenha dificuldade para sempre fazer o que é certo, mesmo quando sabe qual é a coisa certa. Assim, se você, o adulto maduro, ainda não faz tudo como deveria, como pode esperar tal façanha do seu filho pequeno?

Disciplinar significa ensinar – e esta é uma lição que muito raramente poderia ser aprendida em uma simples sessão. Além disso, crianças pequenas não podem transferir facilmente o que aprenderam de uma para outra situação. Assim, até mesmo leves variações criam cenários inteiramente novos – por exemplo, aprender a compartilhar brinquedos com um irmão em casa não é transposto facilmente para compartilhar o equipamento do playground com um amiguinho no parque.

O que tudo isto significa é que você deve ensinar as mesmas lições, ou lições semelhantes, muitas e muitas e muitas vezes, de muitas maneiras diferentes até que, talvez, seu filho domine a ideia e a adote plenamente. Mesmo então, apenas porque uma criança sabe o que é certo, isso não a obriga a fazer sempre a coisa certa (você sempre obedece aos limites de velocidade?).

Nossa tarefa, como pais, é ajudar para que os nossos filhos aprendam a discernir entre o certo e o errado e a tomar decisões certas na vida. Ela diz respeito a guiar e orientar as crianças todos os dias, de muitas formas diferentes.

Disciplinar significa ensinar, e assim, isso pode envolver quase que qualquer interação que você tem com o seu filho. Quando pensamos seriamente em nosso papel como pais ou mães, mantemos um olho nos objetivos de longo prazo e usamos habilidades parentais cuidadosamente planejadas, então nossas atitudes parentais estão adequadamente alinhadas. É aí que evitamos confrontações e medos, e nossa tarefa como pais se torna mais gratificante e recompensadora.

Elizabeth Pantley (em Soluções para Disciplina sem Choro)

Anúncios
Esse post foi publicado em Elisabeth Pantley e marcado . Guardar link permanente.